Igreja de S. Simão


Já existente no século XVI, a configuração atual sofreu inúmeras remodelações, em parte devido aos vários terramotos que assolaram a região.

Destaca-se pelo revestimento azulejar, típico do século XVII, que cobre totalmente as paredes.