Os Vinhos


Para brindar à invejável variedade gastronómica da região de Setúbal nada melhor do que um bom vinho.

Com um microclima a favorecer quer o cultivo da vinha quer a produção de excelentes néctares, Setúbal oferece vinhos de qualidade premiados nos quatro cantos do Mundo.

Com aromas florais nos brancos, os sabores suaves a especiarias e frutos silvestres nos tintos e a diversidade de paladares do famoso moscatel de Setúbal, os vinhos da região transportam-nos para um universo de sensações num concelho privilegiado pela natureza.

A produção vinícola da região de Setúbal dá anualmente origem a produtos reconhecidos internacionalmente, com uma variedade de vinhos tintos e brancos de qualidade, obtidos a partir de uvas maturadas nas encostas da Serra da Arrábida.

Contudo, é o vinho generoso Moscatel que se distingue entre a oferta. Produzido numa região de Denominação de Origem Controlada (DOC), as uvas moscatel, que dão nome e cor ao “néctar”, são vindimadas bem maduras, sendo a fermentação interrompida com a adição de aguardente, o que confere, em média, os 18º de álcool e a doçura que lhe é caraterística. Após o período de estágio é que se tem acesso à cor topázio, ao aroma a flor de laranjeira, enleado no perfume de frutos secos, à textura licorosa e ao sabor intenso. O moscatel pode ser do tipo branco, o mais comum, ou roxo.

A empresa José Maria da Fonseca, sediada em Vila Nogueira de Azeitão, é a responsável pela criação da marca, em 1849, mas a vizinha Bacalhôa Vinhos de Portugal, logo à saída da vila, na Estrada Nacional 10, é também uma forte representante do Moscatel. Podem-se visitar ambas as empresas, tal como a Quinta de Alcube, produtora de vinhos e produtos regionais, todas elas pertencentes à Rota dos Vinhos da Península de Setúbal.